domingo, 4 de maio de 2008

Mãe


As suas Violetas!
( Foto de Angel of Light)

Este primeiro Domingo do mês de Maio é só mais um dos teus dias. Lembro-me de ti… sempre. Já partiste… há 20 anos, mas cumpriste a tua maravilhosa missão.

Quando nasci, colocaram-me junto ao teu peito, olhaste-me com carinho nos olhos e beijaste todos os meus dedinhos, um por um. Eu era a tua menina! Tu eras a minha mãe! Cresci sempre muito feliz a teu lado. Transmitiste-me todo o Amor e Paz que semeio agora nos meus três filhos, teus netos que nunca conheceste no plano físico. Mas sei que nos "vês" todos os dias.

Andámos sempre de mãos dadas. Compreendias as minhas rebeldias e diferenças. Aceitavas quando me trancava no quarto, à noite, e ficava, sozinha, a olhar para as todas as estrelinhas que brilhavam no céu. E dali "partia" para o Universo, ao som de “I’ll Find My Way Home” de Jon and Vangelis. Agora compreendo porque fazia isto. Encorajavas a minha imaginação e criatividade, mesmo com os poucos recursos que existiam na altura. Acompanhavas-me nas minhas escolhas e nos caminhos que percorria. Protegias-me de todas as tempestades. Sei que me compreendeste quando não fui à tua despedida. Toda aquela cerimónia, que respeito, feita pelos católicos, quando um ser humano parte, não me dizia nada! Nunca me disse! Fui criticada, mas, mesmo sendo ainda muito novinha, agi de acordo com o meu coração. E agora compreendo o porquê desta minha atitude. Já perdoei todos os que me apontaram o dedo. Compreendo-os.

Mãe, digo-te, eramos Um, mesmo sem termos noção disso!

Partiste cedo, mas tinha de ser assim. Foi o que planeamos antes de vir actuar neste enorme palco juntas. A tua partida foi o que despoletou a minha senda pelo caminho espiritual, o início do reconhecimento de mim própria, enquanto ser cósmico.

Obrigada, lindo ser de luz, por me teres colocado na Terra no mesmo dia em que Jesus/Sananda nasceu para nos vir dar a maior prova de Amor alguma vez prestada à Humanidade.

Obrigada Mãe!

Amo-te, sempre.


Para ouvires "I'll Find My Way Home" de Jon and Vangelis, no post que se segue, por favor desliga a música que está a tocar na coluna da direita. Obrigada.

50 comentários:

Pena disse...

Linda Amiga:
Uma prosa poética majestosa de ternura e beleza. Encanta de talento, carinho e delícia.
Fiquei muito tempo parado a pensar.
A pensar nas mães do mundo. Na minha mãe que adoro, nas mães doces que já partiram e partiram com ela os sonhos.
Têm colos gigantecos onde cabe sempre mais um. Um coração deslumbrante e arrebatador onde podemos sonhar, ver as estrelas e enfrentarmos o mundo belo que temos pela frente. Elas, com o seu inconfundível valor, dão-nos essa força mágica, poderosa e bela.
OBRIGADO, amiga, por existir e se falhei algum dia peço desculpa.
É uma maravilhosa mãe. Tenho a certeza absoluta e perfeita na sua perfeita pessoa.
Adorei, o que escreveu com a ternura de uma filha e o talento e o afago de uma mãe.
OBRIGADO por este momento tão lindo e puro.
Beijinhos amigos (Muitos!) de imenso respeito e grandiosa estima.

pena

moonlight song disse...

Olá querida Angel of Light :) bonito o teu post! Gostei tanto da maneira como falas da tua mãe, enternecedor!!! Desejo-te um feliz dia da mãe na companhia dos teus filhotes :)Tantos beijinhos de mim para ti.

OUTONO disse...

Já li o teu texto quatro vezes...e não resisto a lê-lo...quem sabe mais uma.
Não que o não entenda...Não!
Apenas me sinto colado, à mestria do teu poder redactorial.

Quanto à homenagem...dispenso comentarios....apenas ÚNICA!


Beijinho

Maripa disse...

Minha querida Angel

Um beijo do meu coração de mãe para o teu coração de mãe... vais
senti-lo... vai cheio de ternura pela pessoa que és.

Maria Clarinda disse...

Como no post anterior, entro e sai em silêncio...mas no silêncio...há palavras que tem que ser escritas...Linda a Tua Homenagem ao Ser Maravilhoso que foi aqui na terra a Tua Mãe, e, vou-te contar um segredo em silêncio...quando te vi pela primeira vez uma brisa suave, com cheiro a margaridas, afagou o meu rosto e ao meu ouvido sussurou:"Embora eu não a deixe um segundo...gostaria que fisicamente, olhasses pela minha filha, como tua"...e foi assim...que ganhei a menina com que sempre sonhei...Tu! O ser especial que Amo, de quem tenho Um Orgulho imenso, que encheu a minha vida...Obrigada Anjinho da Luz!!!!
Saio agora, em silêncio como entrei, com o cheiro de margaridas afagando de novo meu rosto...

Auréola Branca disse...

Com certeza, onde ela estiver, estará sorrindo pra tua homenagem.
Belas palavras.

Pipinha disse...

Minha querida e doce Angel, que lindo texto e cheio de emoção, uma bonita homenagem à tua mãe.
Tu és uma mãe maravilhosa e a tua mãe está com certeza muito orgulhosa de ti!
Feliz dia da Mãe!
Beijinhos carinhosos e um grande abraço.

Hanah disse...

Linda Angel,

Feliz dias das Mães para ti, minha querida...

Luz, Paz e Bem para ti e tua familia...

Beijo Grande

Hanah

Sol da meia noite disse...

Minha querida, belo, magnífico!

Li com emoção, entendendo-te.
Minha mãe partiu faz quatro anos. Só depois vim a entender tanta coisa...

Deixa que o meu coração de mãe abrace o teu coração de mãe.
Paz te deixo...

jasmimdomeuquintal disse...

Adoro violetas. Se tivesse uma filha seria esse o seu nome: Violeta

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Que bela homenagem deixaste à tua mãe, querida Angel ! Umas lagrimas slênciosas cairam devagarinho pelo meu rosto.
Estive na minha terra para ver os meus pais com 88 e quase 90 anos. Foi muito bom mas fica sempre a tristeza e incerteza de não saber se alguma vez os voltarei a ver e ainda por cima tive que fazer muita força para não deixar transparecer os problemas de saúde que me invadiram agora para não os preocupar e acho que sentiste os meus sentimentos quando passaste para me deixar "um beijinho de Amor, Paz e Luz !" porque es uma pessoa muito sensivel.
Obrigada, minha querida Angel !
Um beijinho verdinho só para ti !

O Profeta disse...

Uma singela e profunda homenagem...


Doce beijo

kakauzinha disse...

Minha querida e doce Angel,

Andei "fugida" com justa causa e apanhei um escaldão, já te conto tudo, ihihih!

Vim dar-te um grande beijinho, muito depressinha, mas claro que volto para te ler com toda a atenção.

Um abracito muito carinhoso****

Isabel José António disse...

Querida Amiga Angel,

Que bonita homenagem à sua mãe. Ainda bem que foi "mimada" pela sua mãe e hoje já compreenderá melhor aquele que foi o seu papel.

Um grande abraço e parabéns

José António

Sérgio Figueiredo disse...

"...sei que nos vês todos os dias..."

Gostei desta tua sabedoria e deste teu sentimento.
Bonita homenagem para a Mãe por ter sido o que foi e ter criado quem hoje és.
Vê-se assim, que ainda a Amas.

Beijo Amigo

Bandys disse...

Linda homenagem e declaração a sua mãe.
"Compreendi que Viver é Ser Livre...
Que ter Amigos é necessário...
Que lutar é manter-se Vivo...
Que pra ser Feliz, basta querer...
Aprendi que o tempo Cura...
Que mágoa passa...
Que decepção não mata...
Que hoje é reflexo de ontem...
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas...
Que os Verdadeiros Amigos Permanecem...
Que Dor Fortalece...
Que Vencer Engrandece...
E que as mães deveriam sempre ser felizes.
Beijos

Serenidade disse...

Magnifica homenagem:)

Um beijinho grande e boa semana.

Obrigada.

Serenos sorrisos

Brisa da Manhã disse...

Recebo bençãos incontáveis de Deus, mas a de ser mãe, não recebi! Mas tenho minha mãe comigo e deu seu abraço nela! Aqui no Brasil ainda é no próximo domingo... Você, como passou o seu dia? Com certeza cercada de muito carinho, não? Beijos suaves da Brisa da Manhã

Sou Feliz disse...

Belíssimo o seu texto! Mães não morrem... elas viram estrelas guia. Estão até nosso último dia a nos guiar. Essa é a missão das mães! Obrigada pelos votos e parabéns a você, também! Paz, Luz e Harmonia!

Starseed disse...

Linda homenagem à tua Mãe!

De facto, é a única coisa a fazer para aquele maravilhoso ser, aquele maravilhoso actor cósmico que decidiu nesta encarnação fazer, desta vez, o papel de tua Mãe... é bom ver que já estás a ver tudo com outros olhos... não com os olhos conturbados do ego, mas com os olhos do coração, os olhos do Criador!

Bejinhos cósmicos,

Starseed

kakauzinha disse...

Minha querida e doce amiga,

Nem sempre podemos ter a companhia dos nossos progenitores ao longo da nossa vida, mas ficam as recordações saudosas e ternas de dias vividos com o calor de um colo. Eles ficam o tempo que necessitam e nós seguimos sempre com uma lágrima de amor e com aquele calor no coração, sinto assim pelo meu Pai.

A tua homenagem é linda, como tudo o que escreves, tocaste num dos pontos mais importantes da educação e que é permitir aos filhos que vivam os seus sonhos, ajudando-os a concretizá-los, é maravilhoso.

(Também tive o meu dia, aliás, 4 dias com as minhas meninas e a minha pequenina duende, para aliviar as saudades. As minhas filhas são as minhas melhores amigas, elas são o meu maior orgulho).

Um abracito muito apertadinho, um beijinho muito azul no teu lindo coração(*)

D@rk @ngel disse...

Ola meu lindo anjo de luz!
O amor de mãe é maravilhoso...
Deixo te um beijo doce

Hanah disse...

Angel Amada,

Passei aqui só para fazer um ressalva...

ainda não tive o previlégio de ser mãe...

talvez só de flores, animais

de qualquer forma , qualqur forma, qualquer maneira de amor vale a pena... qualquer maneira de amor, vale amar...

beijo de boa semana....


Hanah

© efeneto disse...

Faltam-me as palavras...sobra a emoção
Beijo de amizade...continue assim...os amigos agradecem...

Eärwen Tulcakelumë disse...

A certeza que a mensagem chegou ao seu destino. O amor atravessa as fronteiras...
Que os Anjos sejam sempre contigo.

Pérolas incandescentes de luz, minha amiga.

Eärwen

Carminda Pinho disse...

Já que tudo foi dito, fico sem palavras mas, deixo-te um abraço grande.

Beijos

Nocturno disse...

Lindo...

Deixo um beijo

kakauzinha disse...

Minha querida e docíssima Angel,

Trazes-me sempre um Sol de sorrisos e carinho, estás aqui no meu coração, obrigada*

Se quiseres publicar o texto estás à vontade, foi-me também enviado e sugerido. O último parágrafo tem o link e eu já o pus a negrito mas, em todo o caso, deixo-te aqui o link da petição.

Bêjus azules no teu colaxão, gosto muto Tu****:)))

http://www.ipetitions.com/petition/manifestolinguaportuguesa/

Umabel disse...

Deixo um beijo fresco com carinho só para ti...

Acordomar disse...

Ha um ditado que diz + - assim - "um homem so fica adulto quando perde o seu pai" ...

Olha obrgada pela LUZ que me deixaste, estava a precisar ;)

Tb ja tinha passado aqui ao teu blog, qd duma visita que me fizeste. Lembro-me bem pelo conteudo :))

Fica bem e deixo-te um beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
espera por mim, mão,
eu vou ter contigo, prometo-te,
vai comigo, aquela conchinha,
lindíssima,
não por ser dourada
e
prateado o seu interior,
,
mas . . . por teres sido tu,
que a apanhou e que me deste,
nesta praia, a poucos metros
da nossa casa, e tocaram-se
os nossos olhares, só repetido,
quando um dia me beijas-te
e me disseste, vou fazer uma
grande viagem, tem juízo, peço-te,
,
conchinhas de luz, anjo amigo,
,
*

Lyra disse...

Olá,

Venho pedir desculpas por não vir cá há algum tempo, mas a verdade é que o meu filhote esteve doente e, como estive com ele em casa, o trabalho acumulou e agora o tempo é escasso.

Hoje apenas venho agradecer a tua amizade e simpatia e dizer que voltarei brevemente, com mais tempo, para pôr a merecida leitura do teu blog em dia, sim?

Beijinhos e até breve.

;O)

kakauzinha disse...

Ah, minha querida e maravilhosa Angel, tu não existes! Não, tu existes sim e ainda bem! Trazes-me muita energia e muita luz, espero poder retribuir-te tanto carinho.

E um dia terá de ser, um café com brigadeiro e salame de chocolate, com a Pipinha! Hummm, chocolate? O que será? Não faço ideia, eheheh!

És linda, tens uma alma de cristal puro, um coração de estrelas, ter-te como amiga é mesmo ter encontrado um... Anjo!

Beijos gigantes e azuis no teu coração****:))))

Chama Violeta disse...

Bom dia "linda amiga da luz"!
Lindo, singelo, tocante!!!!
Desejo um FELIZ DIA DAS MÃES para ti,com muitas bençãos em tua jornada!

Também cá estaremos a comemorar o dia da minha mamy, poetisa e escritora!
Também gosto imenso de ti irmã de luz!

Fica na paz!

Xanda disse...

Simplesmente amei este texto, explica mto bem a relação c/ atua mãe e a presença dela continua constante isso é mto bom.
Bjnhs gds querida.

obs: vou procurar o livro e comprar p/ ler... obrigado

Thiago disse...

Esta tua homenagem tocou-me particularmente e emocionou-me. Obrigado por existires nas nossas vidas e seres tão especial. Um beijo para ti maninha e outro para esse ser de Luz que te colocou neste mundo.

blessed be, by the law of three!!

jasmimdomeuquintal disse...

Querida Angel
tu foste deixar-me um pouco de luz e eu venho agradecer-te
Obrigada!

Pipinha disse...

Minha querida e doce Angel, és mesmo um anjo que caiu na minha vida para a tornar mais bela e iluminada!
Nós tinhamos mesmo que nos encontrar em algum lugar, porque temos almas muito parecidas e falamos com o coração e assim tocamos sempre no coração uma da outra.
Ter o meu blog está a ser uma experiência maravilhosa, que me deu oportunidade de conhecer pessoas especiais e lindas, como tu!
Adoro-te!!!
Vamos sim, tomar café um dia com a querida Kakauzinha, temos mesmo que conseguir isso, seria fenomenal!! E com brigadeiro de chocolate também, mmmmm ;)))
Beijinhos muito carinhosos e abracinho muito apertadinho.

Lucy disse...

Maravilhosa dedicatória! Ao ler-te lembrei-me de ter sentido palavras idênticas e, por isso, deixei no caixão da minha mãe, uma carta-poema, chamando-lhe "Minha Companheira de Viagem..."

É bo mler palavras suaves e doces - harmonizam a alma.
Um abraço,
Lucy

tulipa disse...

BELA HOMENAGEM A SUA MÃE.
LINDA, comoveu-me pois a minha também já partiu há 33 anos, fiquei cedo sem o seu Amor, junto de mim.
Convido a visitar os meus 2 novos blogs. Tenho uma postagem mesmo fresquinha no blog das minhas FOTOS. Acredita que sou uma «vaidosa» com as fotos que faço, não sei explicar mas tenho gosto e dá-me um grande prazer fotografar.

Por aqui continua o teu talento para as palavras, sempre associadas a belas imagens.
Parabéns.

Deixo um beijinho c/carinho.

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Querida Amiga,
É tão bom ler as tuas doces palavras !
Mas não te preocupas, apesar de estar a sofrer neste momento , não me deixo abater porque tenho dentro de mim o verde da esperança e a energia positiva dos meus amigos me fazem muito bem !
Beijinhos verdinhos para ti, querida amiga !

jguerra disse...

No Universo não há aqui e agora como sabes e essas mensagens chegam a qualquer lugar em qualquer tempo. Sabemos que a tua mãe está algures aí, olhando por ti ou por outros, vivendo nova vida... mas receberá sempre essa mensagem, e sabe que aqui e agora, tu a amas.

Pipinha disse...

Boa noite minha querida e doce Angel, deixo aqui um abraço muito apertadinhooooooo e carinhoso.
És muito lindaaaaaaaaaaaaaa!!!
Beijoquinhas.
Muito carinho, paz e alegria para ti e para os teus filhotes kidos.

lua prateada disse...

Lindo !...pois só uma mãe nos amará para sempre...
Saboreando com meu olhar
Este imenso rio
Sinto seu cheiro,
Sua grandeza, imensidão
Sua pureza...quando enche ...desvastidão
Mas como é bom saborear com o olhar
Toda esta imensa natureza e
Sua grande beleza.
Vamos todos este fim de semana saboreá-lo e que seja óptimo...
Beijinho prateado
SOL

Cris V disse...

Olá meu “ANGEL” OF LIGHT!
Que lindas as tuas palavras, e que facilidade tens, em descrever as emoções…com que me identifico!
Muito bem-haja por nos dares estes momentos, lindos.
Um beijo com muito carinho, paz e luz!
Cris V

Pascoalita disse...

Uma bonita ee comovente homenagem! Um excelente texto! Uma grande manifestação de AMOR :)*

Quase invejo quem tem o DOM de sentir assim :)*

Pascoalita disse...

Pronto ... Confesso!

Tentei roubar-te esta linda violeta. Mas ... caramba, era só uma cópia. O original ficaria sempre contigo eheheh

Laura disse...

Querida. Não foste não por ser uma Igreja ou uma religião!... Não foste poruq e não querias sofrer mais saê-la ali e não a teres com vida!...
Eu fui estar ao lado do meu pai, embora fosse uma sensação que não desejo a ninguém...e uma dor tão tão grande... Mas eles estão aqui quando podem vir e falam quando podem falar... As religiões são isso memso, uma mistura de emoções que eu nem partilho nenhuma...mas o Deus de todas é o mesmo...
Só sei que a dor é demasiado grande e não deveriamos ter de passar por isso mesmo, de estar na igreja a ouvir o padre que nem os conheceu a ouvir rezar o que não rezamos, e depois temos de assistir à parte pior...Definitivamente deviamos todos ser poupados a isso, mas...
Que bom que tiveste uma mãe como os meus filhos têm...mas eu não...a minha sempre foi de me tentar torcer de pequenina, mas eu sou livre...e vou ser sempre...Uma poesia do Sons de amor...




Sou livre dentro de mim…



Sinto-me livre sempre senti.
Mesmo dentro dos limites que me impuseram
Mesmo com os gritos e ralhos que me deram.
Sempre livre me senti...

Aprendi que a mente tudo pode quando quer
Sabia que cá dentro havia outra mulher
Uma mulher que nunca foi de ninguém
Porque nunca o quis ser...

Já possuíram meu corpo
Já me usaram até demais
Já deixei que me usassem
Mas apenas quando quis...

Porque se tiveram meu corpo
Foi porque eu deixei
E se me usaram
Eu também o consenti...

Mas a minha alma não.
A minha alma é só minha
Sinto-a tão grande e tão minha
Que nunca a comparti!..

É assim que me sinto...podem dizer o que quizerem, mas sou eu e que bom que sou assim, mas sou uma boa mãe para os meus meninos e para as amigas ou seja, para todos...
Beijinhos para ti e para a tua querida mãe que tem uma filha incrivelmente bela...

greentea disse...

que estranho : minha mãe também partiu há vinte anos e eu tb não quiz ir ao funeral (por razões identicas às tuas )...

um beijo para ti

Eremit@ disse...

muito obrigado pela partilha deste texto.
portanto foi aqui que a tua decisão se fortaleceu. sobre o não teres ido ás "cerimónias" compreendo-te muito bem.
meu avó materno, que era o mairo companheiro de folguedos que tinha, brincava melhor com ele do que com os coleguinhas.
Íamos para escarpas deslizar não fazer"snow-rabo" mas "musgo-rabo", ensinava-me o vôo dos pássaros e das aves, bastava olhá-las lá no alto e sabia, pelo vôo, que ave era...E tanta e tanta coisa.
Morreu noa meus recém feitos 6 anos. Lá me levaram com o luto conveniente à idade de um infante. Escapuli-me mal pude, pedi aos pais
para ir embora e se podia levar uma priminha mais nova uns meses. Que sim. Mal pus pé na rua estiquei-me para o sol e comecei acantar. E ela, aprima: "nã cantes. O avô está morto!" Respondi-lhe: ""e nós vivos e ele quereria qe cantásemos. O que está ali não é o avò. É só o corpo"
Usei o infante luto 3meses, fii ter com a mãe e disse-lhe: não visto mais luto. Não s~´o pelo avô, por ti, pelo pai, por ninguém. O luto é no coração que existe em dor."
A mãe, tão educada à antiga, aceitoue quando o pai morreu, andava na faculdade lembrei-a do não luto. Que sim, compreendia. Mas na rua, em Lxª na zona da Alameda D. ASfonso Henriques, vizinhas houve que mudavam de passeio e se benziam.
Era outro o cmainho. Mas tenho andado excessivamente disperso apesar de bem no cerne de mim estar presente a confiança na luz e nas presenças. Porque somos partículas da mais oura energia.
E agora vou ao outro.
abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...